20/02/2019

Bolsonaro - O homem mediano assume o poder



Desde 1 de janeiro de 2019, o Brasil tem como presidente um personagem que jamais havia ocupado o poder pelo voto. Jair Bolsonaro é o homem que nem pertence às elites nem fez nada de excepcional. Esse homem mediano representa uma ampla camada de brasileiros. É necessário aceitar o desafio de entender o que ele faz ali. E com que segmentos da sociedade brasileira se aliou para desenhar um Governo que une forças distintas que vão disputar a hegemonia. Embora existam várias propostas e símbolos do passado na eleição do novo presidente, a configuração encarnada por Bolsonaro é inédita.

Destilaria de vodca aciona polícia após sumiço de 30 mil litros de água de iceberg



Mais de 30 mil litros de água de iceberg sumiram de uma destilaria de vodca canadense, e a empresa suspeita que tenha sido vítima de um crime.
David Meyers, CEO da Iceberg Vodka, afirmou estar intrigado sobre quem - e por que - furtaria essa valiosa água.
Segundo a Real Polícia Montada do Canadá, a mercadoria, suficiente para encher um caminhão-tanque médio, sumiu do armazém da empresa na histórica comunidade de Port Union, em Newfoundland.

CRÉU - Todos os filhos do presidente



O processo de desgaste e a saída barulhenta do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, explicitou mais uma vez o que já vem se tornando uma marca do governo Bolsonaro: a influência e a disposição dos filhos mais velhos do presidente em causar instabilidade no governo. 

Controvérsias envolvendo parentes de presidentes não são exatamente novidade na recente história republicana brasileira.

O Brasil governado pelo fígado e pelas redes sociais



A queda de braço iniciada na semana passada entre Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, e o agora ex-ministro Gustavo Bebianno deixou a dúvida se o Brasil estava diante de novos gênios da política, ou de um clã deslumbrado com o poder. A resposta fica em aberto, mas a única verdade que o episódio com Bebianno retrata é que este início do Governo Bolsonaro não está tropeçando em adversários políticos de outros partidos como era de se esperar. Ele esbarra nos fígados do presidente e do filho Carlos.

Moro 'afrouxa o sutiã' e fatia pacote anticrime para separar caixa dois



Em seu primeiro grande teste junto ao Congresso Nacional, o ministro Sergio Moro cedeu ao pragmatismo da "velha política" e fatiou o pacote anticrime do Governo Jair Bolsonaro (PSL). Atendendo a um grupo de parlamentares, que não quis nominar, e ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), Moro decidiu retirar do pacote principal a medida que criminaliza o caixa dois, que é não declaração à Justiça Eleitoral de dinheiro recebido para campanhas eleitorais.

ACABOU? - Governo determina fim das barragens como a de Brumadinho



O governo brasileiro determinou a eliminação de todas as barragens construídas no mesmo modelo das que causaram as tragédias em Brumadinho, em 25 de janeiro, e em Mariana, em novembro de 2015, ambas no estado de Minas Gerais. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (18/02).

A Agência Nacional de Mineração (ANM), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, decidiu extinguir as barragens do tipo "alteamento a montante", que aumenta progressivamente através de degraus feitos pelos próprios rejeitos, sobrepostos ao dique inicial.

19/02/2019

Cuba - Agonia de uma revolução



Muitos estrangeiros compraram propriedades em nome de cubanos nos últimos anos em Havana porque ainda não é permitido que façam isso por conta própria. Os preços se multiplicaram. No bairro de Vedado, abundam as mansões e departamentos em restauração. Na zona de Miramar, existem pubs onde os únicos negros que há dentro são os seguranças: tipos grandes e musculosos como os que guardam as discotecas nova-iorquinas ou parisienses. Meses atrás fui a um desses − o Mio & Tuyo − e, quando quis chegar à área onde estavam as mulheres mais admiráveis, um desses porteiros me deteve pondo seu braço em meu ombro: “Daqui para lá é VIP”, disse-me. “Para passar, você precisa comprar uma garrafa de uísque Chivas Regal ou ser sócio do clube”, acrescentou. E eu pensei: terminou a revolução.

CRENDIOSPAI - Bebianno prova em áudios que Bolsonaro mentiu. OUÇA OS ÁUDIOS



Os áudios 'vazados' para a revista veja mostram que, se alguém mentiu no episódio que resultou na demissão de Gustavo Bebianno do governo foram o presidente Jair Bolsonaro e o seu filho Carlos.

Bebianno falou com o presidente através de mensagens escritas e pelo menos 13 mensagens de áudio. Nelas, Bolsonaro faz vários ataques à mídia e sugere que Bebianno vaza informações de governo.

Os fantasmas que podem derrubar Bolsonaro



Começam a se perguntar no exterior quem manda no Brasil e quanto durará o presidente Bolsonaro. A resposta poderia ser: governam muitos e ninguém. É que o capitão reformado Jair Bolsonaro, de extrema direita, eleito com 57 milhões de votos, praticamente ainda não começou a governar. Há quem governe por ele ou contra ele. Quanto isso durará é algo que saberemos logo. Decidirá o Congresso, aprovando ou descartando suas grandes reforma, da Previdenciária à da luta contra a violência. Se naufragarem, o Governo acaba.

Por que o olho no olho é tão poderoso?



Você, sem dúvida, já passou por isso: em meio a um lugar barulhento e lotado, cruza seu olhar com o de outra pessoa. É quase como uma cena de filme - o resto do mundo vai desaparecendo e você e essa outra alma estão momentaneamente conectados pelo conhecimento mútuo de que vocês estão se olhando.
É claro que o contato visual nem sempre é tão empolgante - afinal, é algo natural na maioria das conversas casuais -, mas ele é quase sempre importante.
Fazemos suposições sobre as personalidades das pessoas baseadas se elas nos olham no olho ou se desviam o olhar durante a conversa. E quando passamos por estranhos na rua ou em algum outro lugar público, podemos nos sentir rejeitados se eles não fizerem contato visual.