07/03/2015

Estudo revela qual é o tamanho 'normal' do pênis

Após revisar 17 pesquisas com mais de 15 000 homens, pesquisadores concluíram que a média de comprimento do pênis ereto é de 13,12 centímetros



Pesquisadores fizeram a revisão de dezessete estudos, realizados com 15 521 homens, para descobrir o que é considerado normal para o comprimento e circunferência do pênis. Intitulado "Eu sou normal?", o estudo foi publicado no periódico BJU International.
O psiquiatra David Veale, pesquisador do King's College de Londres, e colegas se propuseram a criar um nomograma - representação gráfica parecida com a utilizada para avaliar as curvas de crescimento das crianças - das medidas do pênis em todas as idades e etnias.
Os resultados revelaram que o comprimento médio de um pênis flácido é 9,16 centímetros, e o de um pênis flácido esticado, 13,24 centímetros. No órgão ereto, a média foi de 13,12 centímetros. Já a circunferência média do pênis flácido foi de 9,31 centímetros e ereto de 11,66 centímetros.

"Acreditamos que estes gráficos ajudarão os médicos a tranquilizarem a maioria dos homens de que o tamanho do seu pênis está na faixa normal", afirmou Veale. Muitos homens preocupados com o tamanho do órgão sofrem de "ansiedade do pênis pequeno". Em alguns casos, eles podem desenvolver transtorno dismórfico corporal (TDC), distúrbio psicológico que leva a um comportamento obsessivo e antissocial, depressão e até suicídio.
A equipe não encontrou nenhuma evidência de diferenças de tamanho do pênis ligadas à etnia. Os estudiosos ressaltam, porém, que a maioria dos participantes era da Europa e do Oriente Médio. Também não foi observada uma correlação entre o tamanho do pé dos homens e o comprimento do pênis.

Os maiores (e um nem tanto) pênis da natureza

Baleia azul

Medindo cerca de 30 metros, a baleia azul é o maior animal de toda a Terra. Seu pênis fica, na maior parte do tempo, escondido dentro do corpo, mas, quando aparece, chega a ter 3 metros de comprimento e trinta centímetros de diâmetro. É, também, o maior pênis do planeta.

Elefante

O elefante é o animal terrestre com o maior órgão sexual masculino. Seu pênis mede, em média, um metro de comprimento e vinte centímetros de diâmetro. Mas pesquisadores já encontraram elefantes com genitálias de até 1,8 metro.

Craca

As cracas são crustáceos que vivem presos em corais e pedras no fundo do mar. Em sua maioria, são hermafroditas. Como não podem escapar de suas conchas para se reproduzir, precisam possuir longos pênis, capazes de fertilizar parceiros localizados a grandes distâncias. Por causa disso, seu órgão sexual é, proporcionalmente, o maior de toda natureza.
Ainda no século XIX, Charles Darwin se surpreendeu com o tamanho do pênis do Cryptophialus minutus, que possuía um órgão sexual até oito vezes maior que o corpo. Mais recentemente, pesquisadores descobriram que a craca Tetraclita japônica, que mede apenas quatro centímetros, possui um órgão 3,9 vezes maior que seu corpo.

Marreca pé na bunda

De nome científico Oxyura vittata, a marreca pé na bunda possui órgãos sexuais bastante diferentes. A começar pelo tamanho: seu pênis pode chegar a 40 centímetros, o mesmo comprimento do animal. Além disso, o órgão possui um formato espiral, fruto de uma espécie de corrida armamentista evolutiva. Acontece que, entre esses animais, o estupro é muito comum. Com o passar do tempo, as fêmeas desenvolveram vaginas em formatos estranhos, cheias de curvas para dificultar a penetração forçada. Como resposta, o órgão sexual masculino também passou a desenvolver essas curvas, adquirindo o formato em espiral que é encontrado hoje.

Lesma banana

Uma espécie de lesma banana recebeu o apropriado nome científico de Ariolimax dolichophallus (Dolichophallus significa, em latim, pênis longo). Os animais podem medir até 18 centímetros, enquanto seu pênis possui em média 11. Mas o que chama atenção é seu comportamento durante a reprodução. Como elas são hermafroditas, as duas lesmas têm de fazer o papel de macho e fêmea na hora da cópula. Muitas vezes, um dos parceiros rói e arranca o pênis alheio momentos antes de terminar o sexo. Os pesquisadores não sabem o motivo exato disso, mas dizem que pode ser para impedir que o parceiro continue se reproduzindo e espalhando seus genes por aí.

Jumento

Os asnos, ou jumentos, são famosos na cultura popular por causa de seu longo órgão sexual —citado inclusive na Bíblia (Ezequiel 23: 18-20). O pênis do animal tem, em média, 50 centímetros de comprimento.

Gorila

Entre os grandes primatas, os seres humanos são os detentores do maior pênis. Já os gorilas, dos menores. O animal pode chegar a dois metros de altura, mas seu órgão sexual varia entre três e quatro centímetros. "Provavelmente devido ao fato de gorilas fêmeas raramente se relacionarem com mais de um macho durante seu cio ou mesmo durante vários períodos de cio", diz em entrevista ao site de VEJA William Eberhard, biólogo da Universidade de Costa Rica, especializado em seleção sexual. "Eles vivem em haréns, com apenas um macho dominante monopolizando todas as fêmeas do grupo. Enquanto isso, as fêmeas humanas frequentemente se relacionam com mais de um homem, e a competição entre os diferentes machos para ser o maior reprodutor resultou na seleção sexual da estrutura do pênis humano."

ciência
veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário