15/07/2017

Profecia de 1948 revela quem seria o colonizador de Marte



O engenheiro aeroespacial Wernher von Braun, um dos homens mais influentes no planejamento de missões espaciais, ainda estava trabalhando no Programa Apollo quando começou a idealizar a conquista marciana.

Daí surgiu, em 1948, o livro “Project MARS: A Technical Tale”, uma história de ficção científica que narra as aventuras de uma missão tripulada ao planeta vermelho.
Repleto de cálculos científicos, incluindo um apêndice técnico, o livro menciona uma missão a Marte formada por uma grande nave espacial, outras sete naves menores para tripulantes e três naves médias para carga.

Há uma passagem do livro que diz: “Uma vez instalados, foi criado um governo marciano dirigido por dez homens, cujo líder foi eleito por sufrágio universal durante cinco anos sob o nome ou título de Elon. Duas casas do Parlamento decretaram as leis que regeriam tanto Elon quanto seu gabinete”.

Trata-se, portanto, do futuro que Wernher von Braun imaginou – um que inclui a colonização do planeta Marte sob o comando de um homem chamado Elon. A pergunta que fica é se o fato é uma mera coincidência, ou se, pelo contrário, poderia ser uma verdadeira premonição.


Wernher nasceu na Alemanha e foi nacionalizado norte-americano em 1955, de modo que pudesse entrar para a NASA. Desde então, é considerado uma referência mundial no design de foguetes do século XX. De fato, ele foi o responsável pelo projeto dos famosos V-2 e Saturno V, o foguete que levou o homem à Lua.


gizmodo
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário