03/09/2017

Este homem seria o verdadeiro extraterrestre do caso Roswell



Explicação emerge 70 anos depois. Seria mais uma história da encobrir os fatos?

Embora seja o episódio mais ilustre da história da ufologia, sua fama não se dá por um fato isolado, como muita gente acredita, mas pela sucessão de vários casos que reúnem o surgimento de supostos corpos extraterrestres, naves espaciais e chefes militares de alto escalão tentando ocultar evidências.
Muito antes de Roswell representar a meca alienígena na Terra, em maio de 1959, a base aérea Walker, no Novo México, foi abalada por um acidente que envolvia forças militares. Na época, várias testemunhas civis presenciaram o resgate de, pelo menos, três soldados – um deles estava terrivelmente desfigurado por causa do golpe que havia sofrido na cabeça.

Caído no chão, Dan Fulgham foi descrito por várias testemunhas como uma criatura amarelada, com uma cabeça enorme e os olhos esbugalhados. As pessoas estavam convencidas de que se tratava de um extraterrestre, mas a verdade é que sua fisionomia foi seriamente modificada por causa da inflamação de sua cabeça, que tinha ficado presa entre o chão e uma enorme viga de aço, depois que o balão no qual ele viajava caiu.

Doze anos antes, também nas proximidades de Roswell, o depoimento de um fazendeiro, que disse ter encontrado os restos de um disco voador, traria o primeiro precedente de atividade alienígena na região. Porém, assim como no caso de Dan Fulgham, o episódio estava relacionado a outro acidente de um balão. A única diferença entre os dois é que o primeiro ocorreu dentro de um projeto militar secreto e o segundo não.

voz populi
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário