02/09/2017

Fim do mistério? Cientista diz ter desvendado enigma do triângulo das Bermudas


Um dos maiores enigmas modernos, que envolve o desaparecimento de navios e aviões no Triângulo das Bermudas, teria sido solucionado pelo cientista australiano Karl Kruszelnicki.
De acordo com o especialista, trata-se de uma explicação mais simples: os incidentes ocorridos nessa zona do Oceano Atlântico, especificamente entre as ilhas Bermudas, Porto Rico e Miami, estariam relacionados a erros humanos.

“O número de aviões desaparecidos no Triângulo das Bermudas é igual ao de qualquer outra parte do mundo, de acordo com os índices computados”, afirmou Kruszelnicki em uma entrevista, utilizando dados fornecidos por órgãos oficiais.
Com relação aos desaparecimentos ocorridos no Triângulo das Bermudas, o cientista ressaltou que houve apenas “uma pessoa com experiência, os outros eram inexperientes”. Além disso, ele afirmou que “o tempo estava ruim e havia ondas de 15 metros” no momento dos incidentes.

Enquanto isso, cientistas da Universidade do Estado do Colorado, nos Estados Unidos, sugerem outra explicação para esse mistério: poderiam se tratar de formações hexagonais nas nuvens, geradas a 250 quilômetros do litoral da Flórida.

Essas formações hexagonais representam bombas poderosas de ar, capazes de gerar ventos de até 160 km/h, e erguer ondas de até 14 metros de altura, ou seja, o suficiente para afetar navios e aviões.


express
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário