01/10/2017

A bíblia deve ser lida ao pé da letra? Descoberta recente contesta esta teoria



Uma descoberta surpreendente pôs em dúvida a interpretação tradicional da Bíblia. De acordo com a abordagem cristã moderna, a Bíblia é, literalmente, a palavra de Deus e, por isso, não está aberta a interpretações. No entanto, a tradução mais antiga para o latim dos evangelhos, revelada recentemente, contradiz essa ideia.

Esse documento antiquíssimo ficou escondido por 1.500 anos dentro de um manuscrito anônimo na biblioteca da Catedral de Colônia. Porém, em 2012, a Universidade de Salzburgo digitalizou o manuscrito e um acadêmico austríaco percebeu a grandiosidade da descoberta ao traduzi-lo.  Trata-se da primeira interpretação em latim dos evangelhos, perdida no tempo.

O texto é anterior à Vulgata, a primeira tradução da Bíblia hebraica e grega para o latim, realizada por São Jerônimo, sob encomenda do Papa Dâmaso I. E após o trabalho de tradução para o inglês, o acadêmico Hugh Houghton concluiu que os primeiros estudiosos bíblicos não interpretavam os evangelhos como uma história, mas como uma série de mensagens codificadas que representavam elementos-chave do Cristianismo.

Essa teoria contradiz a visão atual do Cristianismo sobre a Bíblia e sua interpretação como palavra literal de Deus. A hipótese descarta ideias tão enraizadas no Cristianismo como a de que o mundo teria sido criado em seis dias e que a Terra não possuiria mais que seis mil anos. O texto revelador será publicado em breve junto com o documento original em latim.


RT
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário