26/10/2017

Este vilão épico realmente existiu e foi muito mais perverso que na ficção



O filme superpremiado de Ridley Scott, “Gladiador”, foi um sucesso mundial e significou um retorno da indústria cinematográfica ao cinema épico. O filme conta a história de um gladiador durante o reinado do cruel imperador romano Cômodo, mas a maldade desse vilão real supera a ficção.

Cômodo Antonino nasceu em 161 d.C.. Filho de Marco Aurélio, desde uma idade muito precoce ele demonstrou sinais de uma crueldade inusitada e uma inclinação evidente à violência e à megalomania.

As crônicas da época contam que, quando criança, ele gostava de torturar seus colegas que ousavam contradizê-lo e que inclusive chegou a mandar matar um escravo que preparava um banho muito frio para ele.

Na adolescência, Cômodo desenvolveu uma obsessão pelos gladiadores, obrigando-os a treinar com ele para, depois, assassiná-los cruelmente.

Cômodo gostava de participar do circo romano. Suas entradas na arena muitas vezes começavam com a tortura de pessoas com deficiência. Além disso, o imperador cobrava quantias altíssimas de dinheiro por suas atuações, o que acabou colocando Roma à beira de um colapso econômico.



infome insolito
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário