15/11/2017

O botão russo do fim do mundo



Durante a Guerra Fria foram construídos vários dispositivos de ataque nuclear em massa pelas potências em conflito. Agora, diante da tensão bélica crescente com relação à Coreia do Norte, especialistas alertam para a enorme ameaça desses sistemas, capazes de exterminar a humanidade sem necessitar da intervenção humana.

Na Rússia existe, desde 1985, um equipamento chamado Perímetr, concebido para atacar automaticamente os países inimigos com armas atômicas em caso de um bombardeio massivo. O sistema funciona com mísseis balísticos, equipados com transmissores poderosos, capazes de enviar o sinal de disparo para diferentes ogivas nucleares localizadas no território russo.

Embora o ataque possa ser operado manualmente, o sistema dispõe também de sensores projetados para medir a radiação do ambiente e ordenar o funcionamento das armas diante de um eventual extermínio dos comandos militares. Por esse motivo, ele é conhecido como “Mão Morta” e, até hoje, representa um perigo em potencial para o planeta.


RT
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário