13/11/2017

Racistas se protegem protegendo William Waack



Pretendia escrever um longo post sobre as defesas repugnantes que Augusto Nunes, da Veja, Raquel Sheherazade, do SBT, e Reinaldo Azevedo, da Rede TV, fizeram da agressão criminosa (lei 7716/89) que o ex-âncora da Globo William Waack assacou contra, segundo o IBGE, 54% dos brasileiros.

Porém, achei que barbaridades como a que essa gente disse merecia resposta à altura. Eis por que aí vai minha resposta EM VÍDEO a esse surto de corporativismo racista.


Eduardo Guimarães
Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário