26/02/2018

ESCÂNDALO EM COLOMBO - 'Procurador' da Câmara Municipal está preso na Bahia a mais de 30 dias



Uma verdadeira 'BOMBA' caiu na Câmara Municipal de Colombo, o advogado 'procurador' Daniel Paulo Paiva Freitas, que encontra-se em estágio probatório de Concurso Público, está a mais de 30 dias preso em Salvador, capital da Bahia, enquadrado na LEI MARIA DA PENHA.

O diabo da coisa é que o rapaz se intitulava o ''DALLAGNOL de Colombo'', que viera para moralizar a cidade, inclusive peitando os vereadores do município, além de se considerar o 'xerifão' da moral na Casa de Leis...

Mesa do advogado 'moralista'
Sua mesa tem como livro de cabeceira: "A LUTA CONTRA A CORRUPÇÃO - A LAVA JATO E O FUTURO DE UM PAÍS MARCADO PELA IMPUNIDADE" de DELTAN DALLAGNOL, parece que o advogado achou que estava 'IMUNE E IMPUNE' contra a LEI MARIA DA PENHA...
Mas o que aconteceu na Bahia?
Então, o 'moralista fã de Dallagnol' foi curtir as férias de fim de ano em Salvador, capital da Bahia, 'desaparecendo misteriosamente em seguida', causando
Daniel
verdadeiro alvoroço entre seus colegas de trabalho na Câmara Municipal de Colombo, que lhe ligaram, enviaram mensagens no whatsapp, recados no seu facebook(que o mesmo acabou excluindo), sinais de fumaça e nenhuma resposta...

Aí começou a bater o desespero...
Até que alguém teve a brilhante idéia de procurar seu nome no google e...
Apareceu...
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/29793484/daniel-paulo-paiva-freitas

O rapaz estava preso na Bahia, enquadrado pela LEI MARIA DA PENHA, por 'AMEAÇA', segundo os autos do Processo n. 0301722-51.2018.8.05.0001.
Sendo a AMEAÇA contra sua ex-mulher e familiares, que já tinham inclusive uma ORDEM DE RESTRIÇÃO JUDICIAL contra o advogado, temendo ameaças ou quem sabe o que mais por parte do mesmo.
Pelos autos, o advogado 'moralista' teve o pedido de prisão domiciliar negada por mais de uma vez e permanece preso na Cadeia Pública de Salvador, Bahia.
A juíza de direito, Ana Queila Loula, foi quem deferiu a decisão de mantê-lo preso. 
Parece que o advogado que se intitulava o 'Salvador da Pátria' (não confundir com Salvador do Povão) de Colombo, se deu mal em Salvador...
Não conseguimos obter os detalhes do processo, somente a confirmação do Tribunal de Justiça da Bahia de que o mesmo segue preso na Cadeia Pública de Salvador.
O pior é que o mesmo está em estágio probatório e já escafedeu-se por mais de 30 dias, o que, legalmente caracteriza abandono de emprego.
E o mesmo quis ser 'espertinho' e protocolou através de seu advogado um pedido de licença na Câmara Municipal, da forma mais absurda e estapafúrdia possível, isso que se diz moralista e 'discípulo de Dallagnol'...
Cabe agora aos vereadores fazerem valer a lei, exonerando categoricamente o advogado 'moralista' e esclarecendo à população em geral todos os pormenores do que está ocorrendo na Bahia.
Porque o povo quer saber tudo o que o 'moralista' aprontou na Bahia...
Por que a oposição na Câmara de Colombo não se manifestou sobre o ocorrido?
As decisões e pareceres jurídicos assinadas pelo advogado na Câmara de Colombo não deveriam ser revistas?
Os vereadores irão se manifestar na sessão que será realizada nesta terça, 27 de fevereiro?
Lembrando que a OAB do Daniel Paulo Paiva Freitas é da Bahia e não do Paraná.
Com isso não era de se pedir a sua expulsão da Ordem dos Advogados do Brasil?
Até quando iremos tolerar os falsos moralistas em Colombo?
O pessoalzinho que vivia grudado no advogado 'moralista' vai falar o que agora?
É por isso que eu sempre digo: "temos que ter cuidado com os pretensos bastiões da moralidade e bons costumes".
Para encerrar, que se cumpra a LEI para o advogado 'moralista' e 'discípulo do Dallagnol', Daniel Paulo Paiva Freitas.
A LEI É PARA TODOS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário