02/02/2018

Estranha condição: mulher é sua própria irmã gêmea



A jovem californiana Taylor Muhl é uma das poucas pessoas no mundo que sofre de uma estranha condição genética conhecida como quimerismo. Isso quer dizer que ela e sua irmã gêmea se fundiram no útero, e, pelo menos do ponto de vista imunológico, Taylor tem uma irmã, que, no caso, é ela mesma.

A singularidade mais notória que o quimerismo provoca nessa cantora de 33 anos é o fato de seu corpo ter duas pigmentações diferentes – do centro do tronco para cima, ela tem um tom de pele e, para baixo, outro.
O que é realmente preocupante para a sua saúde é a série de problemas que isso implica para o seu sistema imunológico. Foi assim que os médicos descobriram sua condição, quando perceberam que metade do seu corpo atacava a outra. Ao possuir dois conjuntos de DNA diferentes, Taylor possui também dois sistemas imunológicos distintos, que podem entrar em conflito e causar doenças graves.

daily mail
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário