29/04/2018

Por que os meninos da era vitoriana usavam vestidos?



Não, a sociedade da era vitoriana não era avançada em questões de gênero e conceitos como cross-dressing ainda estavam muito distantes. No entanto, se você fosse um garotinho no século XIX, provavelmente estaria usando um vestido. E não seria nada estranho. 

A separação de gêneros era sim bastante marcante, no entanto, as crianças não entravam nessa equação.
De acordo com registros antigos, as roupas utilizadas por meninas e meninos eram basicamente idênticas até os sete anos de idade. Até mesmo Ernest Hemingway e Franklin D. Roosevelt possuem fotos de infância usando saias brancas, consideradas neutras na época. 
As razões para isso eram extremamente práticas. Como não existiam zíperes e botões de pressão naquele tempo, era muito complicado para crianças vestirem calças sozinhas. Até mesmo para ensinar os pequenos a irem no banheiro, o vestido era a solução ideal, pois não demandava muito esforço para eles. Além disso, a flexibilidade do tamanho dessas peças fazia com que as roupas durassem mais e fossem usadas por mais tempo.
Aos sete anos, aproximadamente, os garotos atingiam o que era conhecido como “a idade da razão” e não precisavam mais usar vestidos. Para a família, era um momento especial, chamado de “Breeching”, e significava que o garoto estava alcançando sua masculinidade. Seu cabelo era cortado, ele colocava calças pela primeira vez e caminhava pela vizinhança, mostrando seu novo visual.

the vintage news
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário