09/07/2018

DEM tenta "sequestrar" Ciro para agenda liberal



A cúpula do DEM já começou a ensaiar os termos que precederiam uma aliança com Ciro Gomes, presidenciável do PDT, informa a coluna Painel do jornal Folha de S. Paulo. Dirigentes da sigla entendem que a adesão de um partido liberal a uma candidatura alinhada à esquerda precisaria incluir concessões de parte a parte, num jogo de equilíbrio ideológico mínimo.

O DEM defende a entrega do pré-sal, a venda da Embraer e o teto de gastos.
Segundo esse entendimento, o trato poderia resultar na apresentação de uma carta que demonstrasse compromissos com alguns princípios econômicos. A carta seria lida no ato de formalização.
"Os quadros do DEM que não se opõem a Ciro dizem que o ingresso do partido na coligação do pedetista seria por si só um gesto enfático ao mercado e poderia representar para ele o que a Carta ao Povo Brasileiro significou para Lula em 2002.
A cúpula do DEM vai se reunir na quarta (11) para tentar definir seu rumo na eleição presidencial. O grupo que falará sobre o assunto contemplará integrantes das diversas alas do partido: a que defende Ciro, a que aposta em Geraldo Alckmin (PSDB) e a que prefere Álvaro Dias (Podemos)."
Leia mais aqui.

conteúdo
Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário