04/07/2018

Requião assume candidatura ao governo, dá "all-in" e Osmar pode nem mais ser candidato



Requião assumiu ao blogueiro Esmael Morais que será candidato ao governo do Paraná, deixando Osmar Dias praticamente inviabilizado para ser candidato...

No poker, isto seria um baita "all-in" com "Royal Flush" na mão...
Conversando com "articuladores" de Osmar, me confidenciaram que o mesmo estaria até buscando uma alternativa para não sair candidato ao governo, podendo vir a pleitear uma vaga ao senado.
A candidatura de Requião seria o que faltava para Osmar "cair fora" de vez da disputa ao governo, aonde poderia sofrer a terceira derrota consecutiva (e ter direito a pedir música no fantástico).
Por outro lado, Requião sairia ao governo com apoio de Lula e do PT, além de uma ampla frente de esquerda e centro-esquerda, não descartando os apoios avulsos de outros campos políticos.
Isso tudo estaria favorecido pela vertiginosa queda de Richa em todas as pesquisas, além da não decolada de Cida, que não sobe nas pesquisas nem com a máquina do governo na mão, sem contar a "expertise" política de seu marido Ricardo Barros.
E Ratinho Júnior continua mantendo a fama de "cavalo paraguaio", sai na frente mas não tem fôlego para completar a corrida...
O candidato ao senado pelo MDB seria o ex-deputado Anibelli Filho, popularmente conhecido por Anibelão.
Requião só estaria aguardando as confirmações de pesquisas, que apontam seu nome como o mais provável para ser o próximo governador do Paraná.
Internamente a torcida é grande no MDB, sendo também o desejo de uma grande parcela de paranaenses que deseja a volta do bom e velho jeito Requião de governar.
Já o PDT de Osmar Dias teria que escolher entre lançar uma campanha de Osmar sem apoio e sem tempo de TV, ou lançar Osmar ao senado e buscar apoio de Ratinho, Cida ou até do próprio Requião...
Após a copa do mundo o meio político do Paraná promete incendiar de vez...

Nenhum comentário:

Postar um comentário