07/08/2018

Brasil fecha fronteira terrestre com a Venezuela por ordem judicial que veta entrada de novos imigrantes



A fronteira do Brasil com a Venezuela foi fechada nesta segunda-feira, 6, em cumprimento à decisão do juiz federal Helder Girão Barreto emitida no domingo. “Decido de forma provisória suspender a admissão e entrada no Brasil de imigrantes venezuelanos a partir da entrada em vigência dessa decisão” até que existam condições a um “amparo humanitário na região” do Estado de Roraima, principal via de acesso ao Brasil, escreveu o magistrado.

De acordo com o portal G1, o fechamento foi efetuado por volta das 17h e é feito pela Polícia Federal (PRF), e agentes da Força Nacional de Segurança.
A capital do Estado, Boa Vista, recebeu o maior número de venezuelanos, cuja chegada se intensificou nos últimos dois anos devido à grave crise econômica e política que o país vive. Cálculos oficiais afirmam que por volta de 25.000 venezuelanos estão na cidade, de aproximadamente 330.000 habitantes.
A estimativa é de que 500 venezuelanos entrem diariamente pela fronteira terrestre. Ainda que Roraima condense a maior porcentagem de imigrantes, alguns continuam a viagem em direção a outros Estados e países, como a Argentina e o Chile.
A governadora de Roraima, Suely Campos, aplaudiu a decisão judicial. “Estamos pedindo desde maio o fechamento da fronteira ao Supremo Tribunal Federal, assim como auxílio financeiro para minimizar o impacto em nossos serviços públicos”, diz um comunicado assinado por Campos.
O presidente Michel Temer afirmou em várias ocasiões que a fronteira será fechada. Até o momento, onze espaços de acolhida funcionam em Boa vista e Pacaraima, pequena cidade de fronteira, abrigando mais de 4.000 venezuelanos, incluindo mais de mil indígenas warao, da região norte venezuelana.
No primeiro semestre desse ano, 56.740 venezuelanos procuraram maneiras de legalizar sua situação no Brasil, 35.540 deles através de pedidos de refúgio.

conteúdo
AFP
El País

Nenhum comentário:

Postar um comentário