04/08/2018

Não existe vagina “normal”



É o que concluiu o maior estudo da história sobre a aparência das vulvas. Pesquisadores suíços tiraram as medidas mais íntimas possíveis de mulheres entre 15 a 84 anos.

Mediram grandes e pequenos lábios, clitóris, períneo e até o tamanho da abertura vaginal. Encontraram uma variedade tão grande – como clitóris que  mediam 0,05 cm em algumas e 60 vezes mais em outras – que foi absolutamente impossível definir qualquer conceito de “vagina padrão”.

conteúdo
Ana Carolina Leonardi
Super

Nenhum comentário:

Postar um comentário