27/09/2018

Priorizar educação foi condição para aceitar ser vice do João, afirma Eliana



A educação como prioridade. Esta foi a condicionante para a professora Eliana Cortez aceitar ser a candidata a vice na chapa liderada por João Arruda ao Governo do Estado pelo MDB. "A educação como prioridade foi o principal compromisso para eu aceitar ser vice do João", disse ela, em sabatina à Gazeta do Povo nesta terça-feira (25).
Eliana é vereadora no primeiro mandato de Ribeirão Claro, no Norte Pioneiro do Paraná. Ela é a primeira mulher a presidir a Câmara do município. A “professora Eliana” decidiu entrar para a política em 2015, revoltada com os governos nacional e estadual.
 
"Principalmente depois daquele massacre de professores promovido pelo governo do Beto Richa e seus dois candidatos (Ratinho Junior e Cida Borghetti), em pleno Centro Cívico de Curitiba", informou.
 
“A partir daquele momento decidi que precisava agir, buscar realizar alguma coisa para que este tipo de violência fosse banida da nossa história", ressaltou. Na sabatina, Eliana deixou claro que se considerada do MDB Velho de Guerra do Paraná. "Tenho simpatia pelo senador Roberto Requião. Meus pais são filiados ao MDB há 30 anos", disse.
 
Sobre seu projeto à frente do Governo do Estado, Eliana disse que seu foco será a educação. "Vou atuar em todas as áreas, mas é claro que a educação terá uma atenção diferenciada". Em uma analogia com a sala de aula, Eliana disse que a experiência adquirida lhe garante uma boa condução como liderança pública. "Quem controla uma sala de aula com 35 alunos na faixa etária de 12 anos, está preparada para governar o estado".
 
Professora Eliana também falou sobre a Caravana Resgate da Educação, que está percorrendo as comunidades escolares dos Núcleos Regionais de Educação (NREs). "Tenho alunos que chegam na sala de aula e não conseguem assistir a aula, porque estão com fome. Quero mudar esta realidade", frisou.
 
Segundo a candidata a vice governadora do MDB, o servidor público tem que ser tratado com o respeito e assim, ele tratará o contribuinte com respeito.

#JoãoArruda15

Nenhum comentário:

Postar um comentário