03/11/2018

Conheça 8 farinhas mais saudáveis e nutritivas para substituir a de trigo




Gostosos e presentes nas refeições do dia a dia, os bolos, massas, pães e biscoitos têm um ingrediente em comum no seu preparo: a farinha de trigo. Embora faça parte de muitas receitas, a farinha branca é uma grande vilã do corpo, trazendo altos riscos para a saúde como diabetes, doenças crônicas, compulsão alimentar e obesidade.



Farinha de trigo engorda 

Pobre em nutrientes, esta farinha tem ação semelhante ao açúcar no organismo, e quando consumida em excesso aumenta o risco de ter diabetes e obesidade. Mas você não precisar excluir os alimentos feitos com a farinha de trigo do cardápio, e sim substitui-la por outras mais nutritivas, como as de grãos. Confira abaixo 8 farinhas que vão te fazer passar longe deste inimigo das dietas:


Farinha de amêndoa 



Rica em proteínas e gorduras boas, a farinha de amêndoa ajuda a combater o colesterol e pode ser utilizada para empanar carnes, engrossar caldos e fazer pães e bolos.

Farinha de soja 



Pouco calórica, a farinha de soja não tem glúten, previne a TPM e o câncer e é rica em cálcio, fibras e antioxidantes. Pode ser usada no preparo de bolos, massas, pães e panquecas.

Farinha de aveia 



Fonte de fibras, esta farinha auxilia o bom funcionamento do intestino, ajuda a controlar o colesterol e a emagrecer. É rica em proteínas, vitaminas, minerais e ajuda a prolongar a sensação de saciedade.  

Farinha de chia 



Rica em proteínas, ela ajuda na digestão, aumenta a sensação de saciedade e é boa para o intestino. É uma boa opção para quem não pode consumir glúten e para quem quer emagrecer. Essa farinha pode ser usada no preparo de receitas salgadas e ser consumida em iogurtes e saladas.

Farinha de quinoa 



Fonte de proteínas, a farinha de quinoa aumenta a saciedade promove sensação de bem estar e é rica em ômega 3 e 6. O ideal é consumir 2 colheres (sopa) por dias em iogurtes, vitaminas ou mingau.

Farinha de linhaça 



A farinha de linhaça emagrece, previne o envelhecimento e aumenta a sensação de saciedade. Rica em fibras e carboidratos. Pode ser consumida com frutas, em bolos, pães e tortas.

Farinha de tapioca 



Obtida através da fécula da mandioca, a farinha de tapioca é isenta de glúten, é aliada no processo de emagrecimento e uma ótima opção para substituir pães e massas na dieta.

Farinha de cevada 



Rica em fibras, a farinha de cevada é boa para a saúde, ajuda a diminuir os níveis de gordura e glicose na circulação sanguínea e auxilia o bom funcionamento do intestino. Ela melhora a digestão e age como diurético, eliminando o excesso de líquido do organismo.

conteúdo
redação itodas.uol

Nenhum comentário:

Postar um comentário