24/02/2019

Cientistas alertam para (pequena) probabilidade de colisão de um asteroide com a Terra



O asteroide Apophis poderá colidir com a Terra em 2068, de acordo com um artigo científico da Universidade Estatal de São Petersburgo, na Rússia. Os especialistas advertem que, antes da provável colisão, a rocha espacial passará várias vezes perto de nosso planeta, a uma distância muito curta, menor inclusive que a que nos separa da Lua. Mas não há motivo para desespero: a possibilidade é de uma em 2,3 milhões.

A princípio, os especialistas russos calcularam que o impacto poderia acontecer em  2029 ou 2036. Mais tarde, no entanto, pesquisadores da NASA estabeleceram que essas probabilidades são ainda mais escassas. "As técnicas computadorizadas mais modernas e os novos dados disponíveis indicam que a probabilidade de um choque do Apophis contra a Terra em 2036 caiu de uma para 45.000 para cerca de quatro em um milhão", disse Steve Chesley, da NASA.
Caso um asteroide das mesmas dimensões do Apophis atingisse nosso planeta, o impacto seria equivalente ao da bomba russa Tsar, o artefato nuclear mais potente do mundo. De acordo com especialistas, a colisão resultaria em uma cratera de mais de quatro quilômetros de diâmetro. Apesar da destruição causada, isso não seria suficiente para acabar com a vida na Terra.
O Apophis tem esse nome em alusão ao deus egípcio do mesmo nome. Essa divindade é associada ao caos e à escuridão. Apesar de ser descrito como uma grande serpente na maioria dos textos, às vezes ele é representado como um crocodilo.

conteúdo
metro.co.uk
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário