24/02/2019

Colisão da Via Láctea com outra galáxia poderá acabar com o sistema solar



Segundo um estudo da Universidade de Durham, no Reino Unido, a colisão da Grande Nuvem de Magalhães com a nossa Via Láctea poderá ativar um buraco negro que dorme no centro da galáxia e expulsar o sistema solar para o espaço interestelar. Mas ninguém precisa se desesperar, pois isso vai demorar muito para acontecer.

A Grande Nuvem de Magalhães, que fica a cerca de 153 mil anos luz de distância da Via Láctea, é uma das várias galáxias satélite que orbitam ao nosso redor. Estima-se que ela orbitará mais 2 bilhões de anos e em algum momento colidirá inevitavelmente com a Via Láctea.
Ainda que possa parecer muito tempo, em termos cósmicos é um lapso bastante breve. Marius Cautun, principal autor do estudo, assinala que a colisão entre ambas as galáxias despertará o buraco negro que dorme no centro da Via Láctea e transformará nosso local no universo em um “núcleo galáctico ativo ou quasar”.
Segundo o especialista, “esse fenômeno irá gerar jatos de radiação de alta energia que emanarão de dentro do buraco negro”. Uma vez ativado, o buraco negro começará a engolir tudo que há ao seu redor, o que o fará aumentar de tamanho em até dez vezes e empurrará o sistema solar para o espaço interestelar.

conteúdo
quartz
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário