23/03/2019

O Titanic nazista

O 'clássico' nazista jamais lançado nos cinemas mundiais


Em plena 2º Guerra Mundial, o ministro da propaganda nazista, Joseph Goebbels, queria fazer um filme mais grandioso que qualquer coisa já feita por Hollywood, decidiu fazer um filme sobre o naufrágio do navio Titanic. 

E para isso contratou o diretor Herbert Selpin, um gênio do cinema alemão à época.
Sua idéia era mostrar a força germânica e a fraqueza dos aliados. 
E esse filme épico obrigou os nazistas a desviar recursos humanos e materiais indispensáveis da frente de batalha, para realizar tal façanha.
O filme custou mais de US$ 180 milhões de dólares, isto em 1.940.
A maioria das cenas foi filmada a bordo do luxuoso transatlântico alemão Cap. Ancona, que estava ancorado no mar Báltico, no porto de Gdingeme.
Seu diretor, Herbert Selpin, durante as filmagens, vivendo em um hotel luxuosíssimo, que servia de 'dormitório' para a equipe de filmagem e atores, mesmo com a guerra em pleno andamento e sacrifício do povo alemão, criticou abertamente o regime
nazista. Goebbels foi informado sobre as falas de Selpin, o levou para Berlim, aonde ele confessou tudo o que falara. Foi preso e se enforcou com seu suspensório em sua cela meses depois. Na época vários boatos davam conta de que ele fora assassinado. E, apesar disso tudo, o filme nunca teve a estreia em Berlim, que Goebbels havia previsto.
Isso é um pequeno resumo do que ocorreu por trás deste filme.
E aqui embaixo, você poderá vê-lo na íntegra, legendado em português:




Nenhum comentário:

Postar um comentário