12/04/2019

BARBÁRIE - Médica é violentamente atacada e tem cabelos arrancados em UPA de Colombo







 
Um verdadeiro ato de barbárie ocorreu nesta quinta-feira (11), próximo das 20:00 horas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Maracanã, em Colombo.
Uma mulher, acompanhada do marido, que aguardava atendimento para a filha, estava impaciente com a demora no atendimento e, quando a médica percebeu, chamou o marido com sua esposa para o atendimento, pois a mesma priorizou seu atendimento para evitar o borburinho que o homem já estava causando, o homem simplesmente já chegou agredindo verbalmente a médica, que lhe pediu calma e que iria transferí-lo para ser atendido por outro médico, mas o homem perdeu a cabeça, deu um 'mata leão' na médica e a segurou, sua esposa agrediu violentamente a mesma, chegando a arrancar tufos de cabelo da apavorada e totalmente indefesa médica.
 
A Guarda Municipal e a Polícia Militar foram acionadas, com 06 pessoas sendo encaminhadas para a Delegacia do Alto Maracanã para prestar esclarecimentos. Todos os envolvidos na agressão deverão ser ouvidos novamente nesta sexta-feira (12). Após o ocorrido, a segurança foi reforçada na UPA.
A questão da saúde é delicada em todo o Brasil, Colombo não é diferente, o que temos visto diariamente são 'políticos' picaretas e criminosos se aproveitando da situação para 'inflamar' a população contra médicos e servidores da saúde, podemos citar aqui o ex-vereador e deputado federal Boca Aberta, que tem a prática de invadir unidades de saúde e agredir verbalmente médicos e servidores da saúde, dando o mau exemplo à população, criando uma falsa ilusão que assim serão atendidos...

Boca Aberta recentemente foi condenado à prisão por perturbar os trabalhadores e pacientes de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Londrina, no norte do Paraná, nos dias 5 e 6 janeiro de 2017.

Outro dia, o mesmo Boca Aberta tentou agredir um vereador de Londrina, que reagiu e lhe quebrou o nariz, sendo isentado de qualquer culpa pela justiça, por ter agido em legítima defesa.
Ele também pode ter seu mandato cassado em Brasília por crimes eleitorais.
Este tipo de ‘político’ tem que ser enxotado de nosso meio.
Na questão da saúde, acredito que um diálogo exaustivo entre representantes dos conselhos municipais de saúde, secretaria de saúde e vereadores ainda é o melhor método para encontrar um meio termo e abrandar este problema nacional.
É claro que existem médicos e funcionários picaretas e que não trabalham adequadamente, estes devem ser devidamente denunciados e punidos na forma da lei.
O que não podemos é incentivar e apoiar a barbárie, estamos no século 21 e é inadmissível atitudes bárbaras medievais.

Um comentário:

  1. Bom seria ouvir as duas partes né meu querido. Ficou sabendo que a GRÁVIDA que agrediu a médica estava de 8 meses de gestação de uma GRAVIDEZ DE RISCO, estavam a mais de 6 horas esperando e que a filha que estava esperando atendimento tem 7 anos e estava com o BRAÇO QUEBRADO E DOIS LUGARES? e não foram priorizados. e a médica disse que não iria poder atender eles? PROCURE SE INFORMAR, OUVIR AS DUAS PARTES E BUSCAR TESTEMUNHAS QUE ESTAVAM NO LOCAL ANTES DE DEFECAR PALAVRAS NA INTERNET . A grávida já está foi contatada por vários advogados interessados em processar a médica inclusive.

    ResponderExcluir