21/04/2019

Os 5 legumes e verduras que você pode cultivar em casa – e o bem que eles fazem

Horta da Michelle Obama


Cultivar uma horta em casa pode ser mais fácil do que se imagina.
Recentemente, na busca por obter produtos mais saudáveis e livres de agrotóxicos, mais e mais pessoas ao redor do mundo têm decidido plantar suas próprias verduras e hortaliças.
Entre elas, celebridades como a ex-primeira dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, que fez sua horta ecológica assim que chegou à Casa Branca em 2009, com o objetivo de "promover uma alimentação saudável".
Mas as hortas não são apenas uma "moda" de pessoas famosas ou ricas.
A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês) atesta que as hortas domésticas têm representado uma "fonte cada vez mais importante de alimentos e nutrientes para as famílias pobres das zonas urbanas ou periféricas".
Além dos benefícios físicos e mentais de se cultivar uma horta, o hábito também pode ajudar as pessoas a terem uma alimentação mais saudável e a gastar menos dinheiro.
Preparamos uma lista com os vegetais mais fáceis de cultivar em casa elencando os benefícios que eles podem trazer à saúde.

1) Tomates

Essa fruta originária do Equador, Peru e norte do Chile – e que consumimos como hortaliça – é um dos alimentos mais fáceis de plantar e é comum ser o ponto de partida dos iniciantes na aventura de ter uma horta em casa.
A diferença de sabor entre um tomate cultivado em casa e um que veio do supermercado pode ser gigantesca.
As vantagens do tomate para a saúde estão na quantidade de nutrientes, como potássio e fósforo, assim como antioxidantes e vitaminas A, C e E.
De acordo com um estudo recentemente publicado na revista especializada Medical News Today, é um alimento "funcional" já que, além de sua função nutritiva, beneficia o organismo, prevenindo doenças crônicas, como problemas do coração, diabetes e câncer.
Os especialistas aconselham a cultivar a planta em um lugar com bastante luz e a regá-la em pequenas quantidades, algumas vezes por semana.
É importante plantar o tomate em solo profundo, porque ele desenvolve raízes grandes e extensas. As folhas mais próximas do solo são mais propensas a contaminações, então devem ser eliminadas regularmente.

2) Cenouras

Outra hortaliça muito fácil de cultivar e com altas propriedades nutritivas é a cenoura. Neste caso, o mais importante é manter a umidade da terra – quando elas começarem a crescer, já é possível diminuir a frequência de regar o solo.
As cenouras são ricas em vitamina A, antioxidantes e fibras.
Costuma-se dizer que "comer cenoura faz bem para a vista", mas ela também fortalece os dentes e as gengivas, ajuda a combater a constipação e revigora mentes cansadas.
A cenoura pode ser plantada ao longo de todo o ano e cresce sem grandes dificuldades.

3) Pimentas

A melhor época para plantar essa hortaliça, que é nativa da América Central e do Sul, é a primavera, porque ela é sensível ao frio.
Para cultivá-la, é preciso ter um terreno com bastante sol e plantar as sementes a uma profundidade entre 40 e 50 centímetros. É preciso também regá-la constantemente.
As pimentas verdes, vermelhas e amarelas contêm nutrientes como ácido fólico, tiamina e manganês e são ricos em fibras e em vitaminas C e B6.
Também contêm uma substância que se chama capsaicina e têm efeitos analgésicos.

4) Espinafre

Tanto o espinafre, como a couve e o brócolis são relativamente fáceis de plantar em casa.
No caso do espinafre, é possível cultivá-lo em pequenas hortas, separadas por 30cm de distância entre si ou espalhando as sementes em vasos.
Ele prefere os solos ricos e úmidos, ainda que possa crescer em qualquer tipo de solo, com tanto que haja matéria orgânica suficiente.
Esse é o tipo de planta que não precisa de muito calor, nem de muito sol.
É um alimento muito recomendado por causa de seu alto valor nutritivo, ainda que não se aconselhe o consumo exagerado, porque o ácido oxálico em excesso pode causar cálculo renal.
No entanto, o espinafre tem muitas propriedades e é um bom anti-inflamatório. Traz benefícios neurológicos e ajuda a regular a pressão arterial e a melhorar o metabolismo.
Além de ser muito duradouro – pode sobreviver a todo o inverno para ser consumido na primavera.

5) Ervilhas

As ervilhas concentram muitos minerais – potássio, fósforo, cálcio, ferro – fibras, açúcares, hidratos de carbono e proteínas, além de vitamina A.
É um alimento indicado para diabéticos e ajuda a eliminar o colesterol.
Também tem um efeito tranquilizante muito benéfico para o sistema nervoso e para ajudar a dormir bem.
Elas podem ser cultivadas principalmente no outono, em um clima fresco, sem muito calor, e se adaptam bem a todos os tipos de solo.
Além de seus benefícios alimentares, as ervilhas também melhoram a qualidade do solo, já que elas fixam o nitrogênio na terra.

conteúdo
BBC


Nenhum comentário:

Postar um comentário