21/07/2019

'Hã?' é uma palavra universal, dizem pesquisadores



Seja qual for o lugar do mundo, se você falar "hã?" (ou "ahn?, ou "hãn", ou "huh?", tanto faz a forma como preferir escrever) você será compreendido. Para chegar a essa conclusão, cientistas do Instituto Max Planck de Psicolinguística, na Holanda, estudaram 196 trechos de conversas em 10 línguas (com raízes diferentes) e identificaram que 'hã?' tem o mesmo significado em todas elas - a usamos para indicar que não entendemos o que nosso interlocutor acaba de falar.

Segundo os pesquisadores, muitas pessoas os questionam em relação à classificação de "hã?" como uma palavra mas, apesar de ela parecer primitiva, apenas humanos podem usar esse som para expressar dúvida. E, apesar de ser muito similar entre as línguas, "hã?" tem algumas diferenças sistemáticas em relação à forma com que está integrada nos sistemas linguísticos. Um exemplo é que em espanhol é dito 'e', em holandês o som é mais parecido com 'hè' e em Cha'palaa (uma língua indígena do equador), há uma pausa antes da pergunta '?a'.
Então "hã?" não pode ser classificado como um som universal, como o espirro ou o choro. É uma palavra pois precisa ser aprendida em cada língua, mas cujo significado é o mesmo.
Os cientistas explicam o uso do "hã?" com um princípio da biologia evolutiva: quando grupos diferentes vivem em condições similares, eles podem desenvolver traços parecidos de forma independente - fenômeno conhecido como evolução convergente. Como exemplo, eles apontam golfinhos e tubarões que, mesmo com diferentes origens, possuem corpos similares por viverem no mesmo ambiente aquático. Com palavras, o mesmo poderia ocorrer - afinal, o ambiente de conversação seria similar.

Lógico, "Hã?" é escrito de forma diferente em outras línguas (veja o mapa abaixo) e seu som também pode variar levemente, mas seu significado permanece o mesmo.


Editora Globo
Mas qual é o motivo que levou pesquisadores a estudarem algo que parece ser tão trivial como a expressão "hã?". Eles escrevem que a palavra é uma ferramenta indispensável na comunicação humana. Sem palavras como ela, não conseguiríamos sinalizar problemas ao entender algo. E, por consequência, nossas interações sociais dificilmente teriam um prosseguimento como o atual.

conteúdo
 Luciana Galastri
galileu

Nenhum comentário:

Postar um comentário