24/08/2019

Viagem no tempo é possível - cientistas conseguem simular o envio de partículas quânticas ao passado



Cientistas australianos afirmam que os fótons (partículas individuais de luz) são capazes de se transportar no tempo. Para demonstrar essa teoria pela primeira vez na história, eles simularam o envio de partículas quânticas de luz ao passado.

O grupo de especialistas, a cargo do doutorando Martin Ringbauer, da Universidade de Queensland, na Austrália, conseguiu mostrar como dois fótons interagem, sugerindo a possibilidade de saltarem no tempo, através de dois resultados. Enquanto o fóton número um viajaria ao passado por um buraco de minhoca, também conhecido como ponte de Einsten-Rosen, para interagir com sua versão anterior, o fóton número dois o faria através do espaço-tempo normal, mas para interagir com um fóton preso em uma espiral de tempo no buraco de minhoca, também conhecida como “curva fechada de tipo tempo”. Dessa forma, a simulação do comportamento do fóton número dois permitiu que eles pudessem estudar o comportamento do fóton número um. Por fim, os resultados revelaram que a viagem no tempo seria possível em um nível quântico. Apesar de o resultado ser estimulante, ainda é necessário saber se esta mesma possibilidade de se transportar no tempo é aplicável também a partículas maiores, inclusive a grupos de partículas, como os átomos. 

conteúdo
Fonte: Daily Mail
seuhistory

Um comentário:

  1. Eles simularam... Eles simularam... Faz anos que o que deveria ser divulgação científica não passa de conversa fiada.

    ResponderExcluir