14/09/2019

Quem fala palavrão é mais honesto, diz estudo



Em quem você acredita mais, no amiguinho boca-suja ou naquele que é um exemplo de conduta?


Pois bem, pesquisas realizadas por um time de especialistas da Universidade de Stanford, de Cambridge, de Maastricht (Países Baixos) e da Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong revelam que quem fala palavrão tende a ser  mais honesto.

A explicação para isso é porque, na maioria das vezes, o boca-suja não está nem aí para as regras sociais no momento em que liberta um palavrão. O que ele manifesta é, na verdade, a expressão de um sentimento genuíno e não um desejo de ofender os outros. 

Pesquisas anteriores já haviam indicado que quem tem um repertório grande de palavrões também tem alto índice de inteligência linguística. 

Os mentirosos, por outro lado, preferem usar pronomes em terceira pessoa (“ele” ou "eles") e palavras de tom negativo em seus discursos. Aos mais honestos, sobram as de baixo calão – e isso é legal pra *&%$! 

O estudo completo está aqui (Arquivo PDF).

conteúdo
medicaldaily
seuhistory

Nenhum comentário:

Postar um comentário