03/11/2019

A avacalhação, como o leite, vem da vaca




O verbo avacalhar, de onde saíram o adjetivo avacalhado e o substantivo avacalhação, aparece no Houaiss com três acepções básicas: desmoralizar; espinafrar (repreender duramente); e fazer com desleixo.
Em todas elas, trata-se de ações muito presentes no dia a dia da vida brasileira.

Talvez por isso nossos dicionaristas afirmem com segurança tratar-se de um brasileirismo. Não parece ser o caso.
Primeiro vamos à origem da palavra, sobre a qual não há discordância: avacalhar é um termo formado – consta que em meados do século XX – a partir do substantivo vaca. Significa algo parecido com “tratar como se trata uma vaca” ou “tornar(-se) semelhante a uma vaca”.
Sobre o caminho que levou a fêmea do boi a ir parar nesse papel pejorativo os etimologistas guardam silêncio. No entanto, uma boa pista pode ser encontrada no dicionário da Academia das Ciências de Lisboa.
Uma das acepções de vaca registrada por ele é “mulher muito gorda” – vizinha na constelação das palavras machistas, embora distinta, do sentido de “devassa, vagabunda” que vaca tem no português brasileiro.
Quando se junta essa “mulher muito gorda” à acepção de avacalhar como “deixar ou ficar descuidado, desleixado”, que o dicionário português registra e que também vale para o lado de cá do Atlântico, desenha-se um percurso coerente para o verbo.
Ele sugere que avacalhar pode ter nascido com um sentido semelhante ao nosso ainda não dicionarizado (e este sim brasileiríssimo) embarangar, isto é, “largar-se, descuidar da própria aparência”.



conteúdo
Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário